Linha Contacto: (+351) 213 964 086



Pós-Graduação 02_Design Editorial

image

Apresentação

A presença das publicações impressas em papel em todos os lugares da vida quotidiana é um axioma irrefutável que configura a nossa envolvência material e a nossa cultura visual. A indústria cultural e os meios de comunicação em massa que surgem na sua força ascendente nos finais da década de quarenta, no contexto social ocidental, revelam o condicionamento do indivíduo, do designer e do artista através das relações de produção, do consumo, da orientação no espaço, resultado da mobilidade colectiva e do entretenimento. Daí que, a importância que os meios de comunicação adquiriram numa crescente expansão, e nomeadamente aqueles que são impressos em papel, verificam-se em todos os domínios revestindo-se cada vez mais numa superior ubiquidade, não só manifesta quantitativamente como principalmente expressa pela qualidade estratégica e pela criatividade dos universos gráficos criados.

Os objectos de comunicação mais representativos da área do design editorial são o livro, impresso em papel, a revista, o jornal, o catálogo, o folheto, o anuário e os programas culturais. As funções destes produtos podem ser culturais, informativas, didácticas, lúdicas, publicitárias e de entretenimento e podem ainda agregar mais do que uma função.

O design editorial é uma área projectual do design de comunicação visual sendo o seu âmbito operacional maioritariamente relativo aos conteúdos de paginação bem como a criação dos imaginários gráficos identitários de uma edição.

A paginação está relacionada com a composição dos elementos gráficos na página, ou no par de páginas e com a estrutura organizativa do conjunto de páginas de uma edição, da primeira à última página, incluindo as capas.

Na sua dimensão formal, entende-se por paginação também conhecida pela terminologia maquetização, a distribuição de elementos gráficos; imagens, esquemas, textos, cores, por uma área a que se chama de página, ou par de páginas, com o objectivo de transmitir uma mensagem estratégica a um público-alvo. O termo layout é aplicado nas situações em que a composição não tem como suporte uma página. Na generalidade, todos os objectos de comunicação visual têm suportes passíveis de ser compostos, como por exemplo, um selo, um cartaz, um mupi, um outdoor, uma embalagem de uma marca, um rótulo, uma etiqueta, uma t-shirt, um saco de papel ou de plástico, uma lona, uma fachada de um edifício, uma frota automóvel, um avião, afigurando-se a composição gráfica como uma competência transversal aplicável na concepção qualquer projecto gráfico. Os princípios basilares da composição estão patentes em todas as formas de organização gráfica.


Objectivos

. Conferir o perfil de competências de um Designer Editorial, capaz de responder eficazmente às necessidades projectuais dos diferentes objectos de comunicação (livro, revista, jornal, folhetos e catálogos, anuários, programas culturais) direccionadas à comunicação na sociedade contemporânea;

. Aprofundar conhecimentos conceptuais, estratégicos e técnicos orientados para aplicações criativas e originais no universo do design editorial na comunicação visual;

. Desenvolver capacidades reflexivas, estratégicas e metodológicas na criação do argumento visual na sua dimensão formal, semântica e funcional.

. Estreitar uma aproximação à prática profissional em contexto de trabalho real nas dimensões conceptuais, técnicas, de produção e interpessoais.


Plano de estudos

Os conteúdos programáticos desta pós-graduação estão direccionados para uma aprendizagem escalonada dos saberes projectuais afectos ao design identitário, tipográfico e editorial, abrangendo ainda as áreas do design informativo e/ou esquemático. Desenvolvendo-se através de unidades curriculares teóricas, teórico-práticas e práticas em regime de contacto e tutória, integram os temas fulcrais afectos ao design editorial (Ferramentas operativas e objectos de comunicação: Livro, Revista, Jornal, Folhetos e Catálogos, Anuários e programas Culturais.) e ao desenvolvimento metodológico que partem da compreensão do público-alvo e concorrência, definições estratégicas criativas, domínio das tecnologias inerentes ao bom desenvolvimento do projecto, criação de soluções gráficas eficazes e com qualidade, domínio das questões legais e do mercado editorial que proporcionam a viabilidade do projecto.

A pós graduação em design editorial apresenta-se como um espaço de aprendizagem na especialização do design de comunicação visual, pretendendo agilizar competências na vertente programática, projectual e argumentativa.

A abordagem da metodologia projectual requer o cumprimento de cinco unidades de competência:

1. Investigação, Síntese e Conclusão – Planeamento estratégico;
2. Fundamentação Projectual – Definição do conceito e dos elementos gráficos;
3. Argumento Visual – Projecto;
4. Apresentação Argumentativa – Defesa do projecto;
5. Produção – Gestão do design e das tecnologias.


Coordenação

Designer Fabiana Costa


Docentes

M 01. Formatos e Grelhas: Sara Gancho
M 02. Tipografia: Jorge dos Reis
M 03. Forma e Cor: Fabiana Costa
M 04. Edição de Imagem – Photoshop: Rui Santos
M 05. Produção fotográfica: Nelson Tondela
M 06. Edição de Fotografia e Enquadramentos: Rui Santos
M 07. Ilustração: Mariana Viana
M 08. Design Esquemático: Rita Martelo
M 09. Desenho Vectorial – Illustrator: Rita Martelo
M 10. Paginação Digital – Indesign: Arnaldo Costeira
M 11. Pensamento Estratégico: Fabiana Costa
M 12. A História do Livro: Luís Carmelo
M 13. Análise do Consumo: Arnaldo Costeira
M 14. Sociologia da Imagem: João Santareno Sousa
M 15. Design do Livro: Fabiana Costa
M 16. Design de Revista Impressa: Sónia Matos
M 17. Design do Jornal: Sónia Matos
M 18. Design de Folhetos e Catálogos: Tiago Marques
M 19. Design de Anuários: Fabiana Costa
M 20. Design de Programas Culturais: Rui Santos
M 21. Produção Gráfica – O Livro: Arnaldo Costeira
M 22. Gestão do Design Editorial: Sara Gancho


Condições de acesso

Elementos a incluir na candidatura
Boletim de candidatura, Curriculum Vitae, certificados de habilitações académicas, fotocópia do bilhete de identidade, fotocópia do cartão de contribuinte e duas fotografias tipo passe.

As candidaturas deverão dar entrada até 6 dias úteis antes do início do curso.

Os candidatos serão admitidos por decisão superior, sob proposta ao coordenador, após processo de avaliação documental. A inscrição deverá ser efectivada até uma semana após a saída dos resultados da selecção


Certificação

Os alunos com grau de licenciatura que obtiverem, na média ponderada das classificações, nota igual ou superior a 10 (dez) valores e que registarem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um diploma de aproveitamento e um certificado de conclusão, discriminando as notas por unidade curricular.

Os alunos sem grau de licenciatura mas com um currículo assinalável que obtiverem, na média ponderada das classificações, nota igual ou superior a 10 (dez) valores e que registarem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um certificado de formação contínua, discriminando as notas por módulo.

Aos alunos que não se submeterem à avaliação e que registem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um certificado de frequência.

Na conclusão desta pós-graduação, se o aluno consumar 328 Horas de contacto obterá 52 ECTS, de acordo com a legislação em vigor. Se o aluno completar 376 Horas de contacto que correspondem à soma das 328 Horas mais as 48 Horas de Metodologia da Investigação, obterá 60 ECTS, de acordo com a legislação em vigor.


Preço

_ Valor: € 3800 (pago em 4 prestações)
_ Inscrição: € 120
_ Seguro Escolar: € 10


Modalidade de Pagamento

_ 1 x € 3420 (Prestação única_ até 16 de Setembro de 2016 _ 10% de desconto)

_ 2 x € 1805 = € 3610 (Primeira prestação_ até 16 de Setembro de 2016 e segunda prestação até 6 de Fevereiro de 2017 _ 5% de desconto)

_ 4 x € 975 = € 3800 (Primeira prestação_ até 16 de Setembro de 2016, segunda prestação até 5 de Dezembro de 2016, terceira prestação até 7 de Abril de 2017 e última prestação até 2 de Junho de 2017)

_ 12 x € 335 = € 4020 (Prestação mensal do dia 5 de Setembro de 2016 até ao dia 5 de Agosto de 2017 _ 5.8% de agravamento)