Linha Contacto: (+351) 213 964 086



Pós-Graduação_02 . Performance e Tecnologias

image

Apresentação

As artes performativas e as novas tecnologias, são duas áreas em constante expansão, que tem vindo a crescer, que permitem variedade de estilos e que trabalham numa relação directa entre público e artistas. A performance está a delinear, certamente, os contornos das próximas décadas, graças a circulação global da informação e as aplicações cada vez mais refinadas, a performance artística, multidisciplinar e impulsionada pelos media adequa-se à comunicação online e a globalização da informação.

Na década dos 90 um crescente número de artistas começaram a utilizar os novos media como dispositivo de ilusão e como uma técnica que podia criar cenários mais audaces e que iam estratificar a informação. No século XXI, as novas tecnologias surgem nas artes como uma revolução estética e conceitual que faz alterar os processos, formas e paradigmas da obra artística. Nas artes performativas se introduz a realidade virtual que põe em causa a presença física do performer e que leva a uma alteração de métodos de trabalho dos criadores. Surge uma estética high-tech, com espaços cénicos tridimensionais, projeções e som surround, com realidades paralelas em tempo real que alteram a estrutura rítmica da obra artística.

Objectivos

Queremos desenvolver um trabalho com criadores da área da performance, num cruzamento com as novas tecnologias e desenvolver as capacidades de comunicação via net e de aplicação das tecnologias para a produção e criação performativa. Dar bases teórico/práticas para poder experimentar e pesquisar novas formas de criação. Ter um trabalho crítico que seja assertivo, e que potencie a transdisciplinaridade.

Dirigido à comunidade artística das artes performativas e da multimédia.
_Desenvolver o potencial performativo e os processos de criação do performer e do artista multimédia.
_Ampliar as experiências práticas e teóricas sobre as áreas de pesquisa e a sua aplicação prática.
_Compreender crítica e analiticamente o cruzamento da performance com a tecnologia.
_Trabalhar com novas ferramentas e a aplicação de novas tecnologias de fácil acesso ao trabalho de criação artística.



Plano de EStudos

Os conteúdos programáticos desta pós-graduação estão direcionados para uma aprendizagem aprofundada no domínio da performance e das novas tecnologias. Este é um curso teórico-prático, mas onde haverá uma predominância do trabalho prático que se desenvolverá ao longo do programa. Destaca-se a aquisição prática de competências técnicas nas novas tecnologias de fácil acesso, para integrá-las em projetos performativos. O curso é desenhado para adquirir competências ao nível da linguagem da performance e as possibilidades de expansão e de realização que as novas tecnologias oferecem a performance.
Todo o trabalho prático é também acompanhado de uma contextualização histórica e teórica estruturando e tornando o processo de aprendizagem mais coeso.

Ao longo do programa haverá uma progressiva introdução à produção nacional e internacional da performance e utilização das novas tecnologias ao longo da história das artes performativas.
Definições e aplicações que podem desenvolver o trabalho de criação do performer e a globalização e comunicação do trabalho pela web.
Um incentivo seguro é saber que o processo é continuado e elaborado numa via profissionalizante.

São nossas prioridades a atenção ao processo integral de cada aluno, com o propósito de o ajudar a conhecer e cultivar o seu talento, e o desenvolvimento da técnica e da capacidade de trabalhar em grupo e individualmente. Estimular a investigação e exploração de novas linguagens e de ferramentas que ajudem a amplificar e modificar o trabalho de criação performativa. Estimular a criação artística da performance com mediação e intervenção das novas tecnologias



Coordenação

Susana Vidal
David Silva

Susana Vidal nasceu em Córdoba, Espanha, em 1975. Encenadora, dramaturga, actriz e artista plástica é licenciada e doutoranda em Belas Artes, pela Universidade de Castilla-La Mancha, Cuenca.

Susana Vidal é Directora da Companhia B-Teatro, estudou Interpretação na Escola Superior de Arte Dramático y Dança contemporânea no CAD (Centro andaluz de Dança) de Sevilha e frequentou o programa Erasmus na Academia de Belas Artes de Bolonha e diversos cursos de interpretação no DAMS, Itália.

Professora convidada na Universidade Lusófona para a Licenciatura de Artes Performativas e Tecnologias e professora na Escola de formação de actores InImpetus e na ESTAL.



Condições de acesso

Para a admissão nesta pós-graduação, os candidatos deverão conhecer pelo menos uma língua estrangeira (inglês, francês, italiano ou castelhano).

As candidaturas deverão dar entrada até 6 dias úteis antes do início do curso.
Os candidatos serão admitidos por decisão superior, sob proposta ao coordenador, após processo de avaliação documental.
A inscrição deverá ser efectivada até uma semana após a saída dos resultados da seleção.

Elementos a incluir na candidatura
Boletim de candidatura preenchido, Curriculum Vitae, certificados de habilitações académicas, fotocópia do bilhete de identidade, fotocópia do cartão de contribuinte e duas fotografias tipo passe.

Certificação

Os alunos com grau de licenciatura, que obtiverem, na média ponderada das classificações, nota igual ou superior a 10 (dez) valores e que registarem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um diploma de aproveitamento e um certificado de conclusão, discriminando as notas por módulo.

Os alunos sem grau de licenciatura, mas com um currículo assinalável e que obtiverem, na média ponderada das classificações, nota igual ou superior a 10 (dez) valores e que registarem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um certificado de formação contínua, discriminando as notas por módulo.

Aos alunos que não se submeterem à avaliação e que registem uma frequência superior a 65% das aulas, a ESTAL confere um certificado de frequência. Para a obtenção do diploma e do certificado, os alunos terão que elaborar um trabalho final, transversal aos diversos módulos sendo avaliado publicamente por um júri, a nomear pelo coordenador, ou através de outro processo de avaliação definido pelo mesmo.

Na conclusão desta pós-graduação, se o aluno consumar 328 Horas de contacto obterá 52 ECTS de acordo com a legislação em vigor. Se o aluno completar 360 Horas de contacto que correspondem á soma das 328 Horas mais as 48 Horas de Metodologia da Investigação, obterá 60 ECTS, de acordo com a legislação em vigor.

Preço

_ Inscrição: € 120
_ Seguro Escolar: € 10

Modalidade de Pagamento

_ 1 x € 3420 (Prestação única_ até dia 22 de outubro de 2017_ 10% de desconto)

_ 2 x € 1805 = € 3610 (Primeira prestação até dia 13 de novembro de 2017, segunda prestação até dia 8 de Fevereiro de 2018_ 5% de desconto)

_ 4 x € 950 = € 3800 (Primeira prestação_ até dia 13 de novembro, segunda prestação até dia 8 de dezembro de 2017, terceira prestação até dia 8 de abril de 2018 e última prestação até dia 8 de julho de 2018)

_ 9 x € 447 = € 4023 (Prestação mensal_ até dia 13 de novembro a julho de 2018)